Captação de alunos: Como superar os desafios impostos pela pandemia?

Avatar

A pandemia de coronavírus trouxe desafios para diversos setores da sociedade, incluindo a educação. Com as políticas de distanciamento social em prática em vários lugares, as instituições tiveram que adotar o ensino remoto emergencial, além de lidar com o aumento das taxas de evasão de alunos ocasionado pela crise sanitária e econômica.

O ano de 2021 começou com desemprego em alta, renda de parte da população comprometida e incertezas com relação ao retorno das atividades presenciais. Em meio a esse cenário, a captação de alunos também se mostra um desafio. Como gestores de instituições de ensino podem convencer novos estudantes a efetuarem a matrícula?

Embora pareça uma tarefa complicada, é possível contornar esses obstáculos e manter as matrículas em alta. Neste artigo, você irá conhecer um pouco dos desafios que o setor de ensino enfrentará em 2021 e como captar novos alunos, apesar das restrições impostas pela pandemia.

Os desafios do setor de ensino em 2021

O primeiro passo para aumentar a captação e retenção de alunos é compreender como o cenário atual afeta o setor de ensino superior.

Um dos efeitos imediatos da pandemia de COVID-19 foi o fechamento de postos de trabalho graças às restrições impostas pelo distanciamento social. Com isso, a taxa de desemprego no país subiu a níveis históricos e muitos estudantes perderam sua fonte de renda ou tiveram seus salários reduzidos.

Sem perspectiva de retomada da economia, muitos estudantes decidiram trancar a matrícula ou abandonar a universidade. Assim, muitas instituições viram a taxa de evasão aumentar. Além disso, os constantes adiamentos antes da realização do ENEM 2020 e o receio em prestar provas de vestibular presencialmente levaram diversos estudantes a adiarem o sonho do ensino superior para o próximo ano.

Tudo isso se soma à perspectiva de que as restrições de movimento ainda demorem mais alguns meses, mesmo com o início da vacinação da população.

Ou seja, é muito importante que as instituições encontrem maneiras de dar continuidade às suas atividades com segurança, ao mesmo tempo em que colocam em prática estratégias para atrair novos alunos e reter aqueles que já estão matriculados.

O que fazer para captar (e reter) alunos em tempos de pandemia

Embora não haja um consenso sobre o fim das medidas restritivas, uma coisa é certa. As IES precisam se adaptar à nova realidade do ensino e trabalho remotos. Nesse sentido, as estratégias de captação de alunos também precisam ser revistas e transformadas.

Abaixo, você confere algumas estratégias que a sua IE pode colocar em prática.

Aposte no digital

Mesmo com o início da vacinação contra a COVID-19, ainda não é possível afirmar quando as aulas presenciais poderão retornar. Sendo assim, é importante que as instituições de ensino continuem investindo na digitalização de processos e no uso de ferramentas online.

Muitas IES já ofereciam cursos de graduação e pós-graduação a distância e, graças a isso, conseguiram fazer a transição das aulas presenciais para o modelo online com mais facilidade. Porém, é preciso ir além da simples oferta de aulas via streaming.

É importante que a IES continue oferecendo serviços e atividades extraclasse para engajar a comunidade acadêmica. Isso inclui seminários, fóruns, webinários e outras atividades de extensão que podem ser realizadas remotamente.

Nesse caso, saem na frente universidades que já fazem uso de ferramentas digitais e estão preparadas para atividades remotas. Educação remota de qualidade e uma infraestrutura digital robusta são critérios que muitos estudantes avaliam na hora de escolher uma IES e ajudam na captação e retenção de alunos.

Atenda aos alunos em todos os canais

Em um contexto de distanciamento social e trabalho remoto, o contato com os alunos fica mais difícil sem as secretarias e centro de carreiras à disposição. E em momentos de incerteza e crise, muitos estudantes podem se sentir inseguros e procurar a instituição para tirar dúvidas.

Para contornar essa situação, é importante que a instituição de ensino conte com canais de atendimento online aos alunos, como e-mail, chat online, chatbots e telefone. O uso de redes sociais, como Facebook e Instagram, além de apps de mensagens, como WhatsApp, também é essencial nesse momento.

Além de contar com vários canais de contato, é importante que o atendimento seja cada vez mais humanizado e empático, de modo a garantir uma boa experiência para os estudantes.

Foque na empregabilidade

O ensino superior continua sendo um grande diferencial na empregabilidade de jovens e adultos. De acordo com dados da PNAD Contínua, a população empregada com ensino superior tem apresentado aumento nos últimos anos. No final de 2018, por exemplo, o índice de trabalhadores com nível superior subiu 6%.

Além disso, o diploma de ensino superior também contribuiu para o aumento salarial. Segundo pesquisa do Instituto Semesp, pessoas com diploma de graduação possuem um salário até 3 vezes maior que trabalhadores com ensino médio completo.

E com a atual crise, os estudantes estão ainda mais preocupados com a empregabilidade e as perspectivas profissionais após a conclusão do curso e levam isso em consideração ao buscarem o ensino superior.

Nesse sentido, uma boa estratégia para aumentar a captação de alunos é investir na preparação e capacitação profissional dos estudantes desde o início da graduação. Existem diversas ações que podem ser implementadas, como:

 

  • Feiras de Carreiras Virtuais: As feiras de carreiras são ótimas oportunidades para que o estudante se prepare para desenvolver as competências exigidas, conheça melhor o mercado, entre em contato com empregadores e entenda as possibilidades de atuação em seu segmento profissional. 
  • Plano de carreira para os alunos: Ter um projeto de carreira é muito importante para que o estudante alcance o sucesso profissional. E a instituição tem um papel fundamental nisso. As IES podem oferecer serviços completos de empregabilidade, como apresentação de carreiras, participação em eventos, acesso a vagas de emprego e interação com mentores e orientadores.
  • Atividades de capacitação para o mercado de trabalho: Outro aspecto que ajuda na empregabilidade de alunos e, consequentemente, na captação de estudantes, é a oferta de atividades de capacitação para o mercado de trabalho. A IES pode promover seminários com empresas de recrutamento e profissionais de renome em diversas áreas, webinários, workshops e cursos de extensão que auxiliem no desenvolvimento de habilidades requisitadas pelo mercado de trabalho.
  • Parceria com empresas: Além das ações acima, as IES também podem firmar parcerias com empresas para a oferta de vagas de emprego e trainee para os seus estudantes, além de ações que visem a troca de experiências entre os profissionais e a comunidade acadêmica, por exemplo.

 

Conte com a Symplicity para te ajudar na captação de alunos

A pandemia de COVID-19 impôs uma série de restrições e desafios à área de ensino e a captação de alunos é um deles. Nesse novo contexto, as IES precisam se reinventar e estar atentas aos movimentos do mercado para manterem o seu diferencial competitivo e atraírem novos estudantes.

Além de investimentos em infraestrutura e serviços digitais, é importante que a instituição conte com uma plataforma que faça a gestão completa dos processos de carreira de alunos e egressos.

A Symplicity possui todos os recursos necessários para implementar projetos de carreira e empregabilidade de alunos e egressos desde a formação até o relacionamento com o mercado.

Com o Symplicity CRM, a instituição pode gerenciar com facilidade serviços de orientação, planejamento de carreira, aconselhamento, avaliação e desenvolvimento de competências. Tudo em uma plataforma desenvolvida para conectar currículo e carreira.

Conheça a Symplicity e comece a desenvolver uma estratégia com foco na empregabilidade para a retenção e captação de alunos na sua instituição de ensino.

CONHEÇA A SYMPLICITY

Deixe um Comentário