Empregabilidade nas IES Públicas: confira os destaques do webinar com a UFRGS e a Unicamp

Avatar

No dia 16 de setembro, a Symplicity convidou a UFRGS e a Unicamp para participarem do primeiro webinar com foco em Empregabilidade nas IES Públicas. Participaram do evento o Prof. Dr. , coordenador do Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Profª. Marilda A. Dantas, psicóloga e orientadora profissional no Serviço de Apoio ao Estudante (SAE) da UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas.

Gustavo Rattay, engenheiro de soluções da Symplicity, foi o mediador do evento e iniciou contextualizando o cenário atual das Instituições Públicas de Ensino Superior, que estão atuando com maior foco em orientação de carreiras, educação para a carreira e experiência profissional. Essa conexão com o mercado traz melhores insights para a instituição como um todo. Principalmente para o aluno, que consegue tem uma visão em tempo real das realidades do mercado de trabalho, assim como as competências que precisam ser desenvolvidas naquele momento.

Como a Unicamp unifica aprendizagem e carreira por meio do Projecta

A Profª. Marilda A. Dantas iniciou sua participação no webinar apresentando o Projecta, umas das iniciativas da Unicamp em unificar aprendizagem e carreira. Segundo a professora “estar na universidade já é um primeiro passo para construir sua carreira”. O Projecta, criado em 2012, é dividido em módulo que tem como propósito guiar o estudante no processo de desenvolvimento de carreira abrangindo os aspectos da satisfação do aluno com o curso de graduação escolhido, o planejamento de carreira e orientações relativas a processos seletivos (currículo, dinâmica e entrevista). Confira abaixo os módulos do Projecta:

Outra atividade desenvolvida pela Unicamp para aprimorar a carreira do aluno é o programa Saiba Mais, com o objetivo de trazer professores e profissionais dentro da temática do trabalho. Durante a pandemia essas atividades continuaram acontecendo no modelo virtual. E serviram como canal de esclarecimento para os alunos dentro da temática do trabalho. Para o sucesso do projeto, há um esforço do Serviço de Apoio ao Estudante em manter uma agenda com diferentes apresentações e convidados para ajudar os alunos com apoio e perspectivas em relação à carreira.

O Núcleo de Apoio ao Estudante da UFRGS e o atendimento a alunos e egressos.

Prof. Dr. Marco Teixeira, é o atual coordenador do Núcleo de Apoio ao Estudante da UFRGS. Ele iniciou a sua participação no webinar apresentando os objetivos do setor que atende alunos e egressos com até um ano de formados. São eles:

  • Promover o desenvolvimento psicossocial do estudante universitário
  • Oferecer auxílio à vivência acadêmica como parte da construção de um projeto profissional
  • Promover à integração do aluno a universidade

Marco Teixeira relatou que o objetivo é desenvolver o pensar do indivíduo que está transicionando entre aluno e trabalhador e iniciando a construção de um projeto profissional. A equipe do escritório e composta por pedagogos, professores, psicólogos e extensionista que dão suporte a projetos e desenvolvem cursos com experiências práticas para realizar intervenções do serviço prestado pelo escritório.

Há uma cultura voltada ao acolhimento ao aluno para o correto encaminhamento aos serviços disponíveis dentro da universidade, de acordo com a necessidade do aluno e etapa da jornada de carreira em que ele se encontra. Alguns dos serviços oferecidos pelo NAE são:

  • Aconselhamento de carreira
    • Aconselhamento de carreira individual
    • Grupo de planejamento de carreira
    • Grupos de orientação profissional
  • Desenvolvimento de carreira
    • Oficinas
    • Palestras
    • Trilhas de desenvolvimento
  • Formação e Capacitação
    • Estágio em aconselhamento de carreiras
    • Curso de extensão
    • Disciplinas na graduação
    • Palestras, cursos e assessorias (internos a UFRGS)

Os principais temas dos projetos do NAE estão centrados na insatisfação ou indecisão com a escolha do curso, dúvidas com o planejamento da carreira e desenvolvimento de competências. O núcleo também desenvolve trabalhos em outros desafios-chave para o aluno, como a gerenciamento de tempo e adaptação. Esses são atendidos por acolhimento psicoterápico que é referenciado (feito externamente).

Em relação aos desafios encontrados pelo setor, o professor afirmou que existe uma percepção de que a universidade oferece um conteúdo rico em relação às competências de ensino e que sobre as competências mercadológicas há a necessidade de desenvolvimento.

Na conclusão de sua participação, Marco Teixeira, informou que é importante dar atenção para inclusão dos temas de empregabilidade nos currículos durante a jornada de ensino e institucionalizar que é importante pensar em carreira.

Estratégias de carreira são relevantes a IES Pública como um todo.

A complexidade da dinâmica das instituições públicas de ensino superior, assim como a autonomia para tomada de decisão dificulta grandes transformações neste sentido. Mas o tema tem ganhado espaço e definição dentro das instituições.

A falta de projetos bem estruturados no sentido da empregabilidade impacta no engajamento do aluno, pois as iniciativas de divulgação e envolvimento tem com pouco destaque.

Atingir um número maior de alunos é importante para dimensionar as áreas e entender quais os esforços devem ser dedicados. Analisar os impactos dessas atividades é importante para entender o que tem maior impacto para o aluno e para a estratégia de toda a universidade.

Quer assistir o webinar na íntegra? Confira aqui.

Quer saber como desenvolver um projeto de empregabilidade para instituições de ensino superior? Fale conosco.

Deixe um Comentário