Empregos do futuro e preparação para carreiras nas universidades

Avatar

O mercado de trabalho já estava em transformação antes mesmo de a pandemia surgir. No entanto, a crise gerada pela Covid-19 acelerou a necessidade de disrupção nos negócios, exigindo que os profissionais desenvolvam novas habilidades para os empregos do futuro.

A requalificação profissional é cada vez mais urgente e as instituições de ensino superior têm um papel essencial na preparação dos alunos para suas carreiras.

O relatório The Future of Jobs 2020, do Fórum Econômico Mundial (FEM), apresentou o cenário atual e compartilhou algumas previsões para o futuro do trabalho.

Saiba mais sobre como as questões apontadas pelo relatório e as mudanças no cenário corporativo impactam as IES e veja como a sua instituição pode se adaptar para garantir a empregabilidade de alunos e egressos!

O que o mercado espera?

A pandemia forçou o aumento do interesse e da adoção de tecnologias pelas empresas, como cloud computing, big data, inteligência artificial e automação de forma geral.

A integração da tecnologia contribui para a transformação das atividades e até mesmo para que alguns cargos se transformem em obsoletos e sumam após alguns anos. 

No entanto, até 2025, de acordo com o relatório do Fórum Mundial, 97 milhões de novos papéis podem surgir. Essas funções estarão mais adaptadas ao novo cenário de trabalho que deve considerar a interação entre humanos, máquinas e algoritmos.

Para se destacarem nesse novo cenário, os profissionais terão que passar por dois processos, de reskilling e upskilling, que significam, respectivamente: requalificação e aprimoramento.

Estas são as 15 principais habilidades que devem ser desenvolvidas e aprimoradas para os empregos do futuro, de acordo com o relatório:

  1. Pensamento analítico e inovação
  2. Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizado
  3. Resolução de problemas complexos
  4. Pensamento crítico
  5. Criatividade, originalidade e iniciativa
  6. Liderança e influência social
  7. Uso, monitoramento e controle de tecnologias
  8. Programação e design de tecnologias
  9. Resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade
  10. Raciocínio lógico
  11. Inteligência emocional
  12. Experiência do usuário
  13. Foco no cliente
  14. Análise e avaliação de sistemas
  15. Persuasão e negociação

Essas habilidades são fundamentais principalmente com a adoção do trabalho remoto, que muda bastante a forma como executamos as tarefas e nos relacionamos com colegas, clientes e líderes.

Qual é o papel das IES nessa transformação?

O diploma em curso superior contribui para a inserção dos profissionais no mercado de trabalho, mas, principalmente nesse novo cenário, não basta ter apenas o conhecimento acadêmico.

As IES precisam se adaptar e reestruturar seus planos pedagógicos para incluir atividades que contribuam para o desenvolvimento das habilidades exigidas pelo mercado.

Os alunos precisam sair da instituição sabendo aplicar o que aprenderam em ambientes cada vez mais tecnológicos, automatizados e remotos. 

Mais do que aprender os conteúdos dos cursos, eles precisam saber aplicá-los no dia a dia profissional e se reinventar sempre que o mercado exigir.

Como fazer isso de forma inovadora?

Para que a instituição consiga realmente contribuir para a qualificação de seus alunos e egressos, é importante focar na construção de uma área estratégica, contínua e integrada com outros setores. 

Ações isoladas podem até trazer resultados, mas, principalmente no novo cenário, podem não contribuir significativamente para o preparo dos alunos para suas carreiras e desafios profissionais.

A importância da área de carreiras

Implantar uma área de carreiras e capacitar as equipes para oferecerem a qualificação e as oportunidades necessárias para alunos e egressos são ações urgentes para as IES. 

Essa estratégia, além de contribuir para a colocação dos alunos no mercado de trabalho, traz benefícios relevantes para as instituições, como maior facilidade na retenção e captação de alunos.

De acordo com o relatório do FEM, 55% dos negócios brasileiros entrevistados afirmaram planejar a contratação de freelancers com as habilidades relevantes para o trabalho com as novas tecnologias.

Por isso, ao criar a área de carreiras da instituição, deve-se focar não apenas em empregabilidade, mas em trabalhabilidade

Isso significa que a IES deve oferecer recursos que contribuam para o desenvolvimento das competências necessárias para que os alunos gerem renda de forma ampla, não necessariamente por meio de emprego formal. 

As instituições podem fazer isso de várias formas diferentes e, para elaborar a melhor estratégia, deve-se considerar os recursos e a equipe disponível. 

No entanto, estas são algumas possibilidades que podem ser trabalhadas na sua IES:

  • Incluir matérias relacionadas às habilidades exigidas pelo mercado na grade curricular;
  • Fortalecer o relacionamento com empresas para conectar alunos e egressos a empregadores e oportunidades;
  • Ajudar na criação e otimização de currículos por meio de atividades extras ou plataformas;
  • Disponibilizar conteúdos e materiais sobre mercado de trabalho, carreira e empreendedorismo;
  • Usar as horas complementares para realizar cursos, mentorias e palestras focadas em qualificação profissional;
  • Automatizar processos, como de gestão de estágios, para facilitar o acompanhamento dos dados e a identificação de melhorias;
  • Criar serviços focados nos recém-formados para oferecer o suporte necessário para trilharem seus caminhos profissionais.

Como a Symplicity pode contribuir para essa estratégia?

As universidades têm um papel fundamental no processo de requalificação dos alunos, por isso, precisam buscar as melhores e mais inovadoras formas de ajudar a preparar os profissionais para os empregos do futuro.

As soluções da Symplicity, como o CSM e a Consultoria Estratégica, facilitam o processo de implementação da estratégia focada em carreiras nas universidades e auxilia os alunos a desenvolverem o que é necessário para entrarem e se destacarem no mercado de trabalho.

Entre em contato conosco para saber mais sobre nossa solução de carreiras e investir no desenvolvimento da sua IES!

Deixe um Comentário